Onda de entusiasmo e confiança passa por Gondomar

Ver Galeria
Contacto com a população em Gondomar
Contacto com a população em Gondomar
Contacto com a população em Gondomar
Contacto com a população em Gondomar
Contacto com a população em Gondomar
Contacto com a população em Gondomar
Contacto com a população em Gondomar
Contacto com a população em Gondomar
Contacto com a população em Gondomar
Contacto com a população em Gondomar

A força que dá força à luta por uma outra Europa, de paz e solidariedade, passou por Gondomar a três dias das eleições para o Parlamento Europeu (PE). Entre os largos Luís de Camões e do Souto passou uma verdadeira multidão, de esperança e confiança, que empunhou as cores da CDU e apresentou propostas concretas, como a valorização dos salários ou o apoio às pequenas e médias empresas. 

A caravana chegou mesmo a tomar a rua 25 de Abril. «Vota CDU, voto eu e votas tu» e «O voto acertado é no último quadrado», foram palavras de ordem entoadas durante o percurso, ao som de bombos e gaita de foles. 

Neste contacto sincero com as populações e os comerciantes participaram, para além de João Ferreira, que encabeça a lista da Coligação PCP-PEV, os candidatos Sandra Pereira, João Pimenta Lopes, Mariana Silva, Diana Ferreira, Tiago Oliveira. Entre muitos outros, Daniel Vieira, vereador na Câmara Municipal de Gondomar, e Jaime Toga, da Comissão Política do PCP, juntaram-se àquela onda de entusiasmo. 

A cada pessoa é dada uma atenção especial, com os candidatos a pedir «Mais força à CDU» para fazer avançar o País. «Precisamos do vosso voto para construir um futuro melhor para todos», frisou João Ferreira, dirigindo-se a uma jovem.

Voto de construção

No final, João Ferreira, entusiasmado com o ambiente, que tem marcado a campanha, assegurou que os deputados da CDU são os únicos que «não viram a cara à luta» e estão no PE a «fazer o que for preciso para defender os interesses dos trabalhadores, do povo e do País». Sobre as recentes declarações do secretário-geral do PS, de que o voto na CDU é de protesto, João Ferreira respondeu: «Fomos um voto de construção: só isso explica que tenhamos feito mais trabalho (os três deputados do PCP) do que todos os deputados do PS, ou, nalgumas coisas, mais do que todos os deputados juntos (18)». «Ninguém como nós apresentou propostas de alteração a todos os regulamentos dos fundos estruturais», de forma a garantir «mais investimentos nos serviços públicos, na saúde, na educação, nos transportes, na protecção social, na habitação, na cultura», informou, revelando que na «hora da verdade» o PS «alinhou com o seu grupo político», tal como o PSD e o CDS, e votaram contra essas propostas.

Quase a terminar, apelou: «Ajudem a construir um grande resultado» para CDU poder encetar com mais força «todas as lutas que hão-de vir depois de domingo».

Os candidatos juntaram-se, depois, aos activistas e tiraram uma fotografia para mais tarde recordar.

Partilha