Com os deputados da CDU a Madeira estará no Parlamento Europeu

O primeiro candidato da CDU, acompanhado do também candidato na lista, Ricardo Lume, pelo responsável da organização do PCP na Madeira, Edgar Silva, e por militantes comunistas e activistas da coligação PCP-PEV, efectuou visitas e contactos em quatro concelhos madeirenses – Câmara de Lobos, Santa Cruz, Machico e Funchal – tendo, ao final do dia de sábado, usado da palavra num debate público sob o lema: «Defesa da Região na UE».

Na sessão, João Ferreira prestou contas do trabalho realizado em defesa dos madeirenses e dos portosantenses e do território insular, tendo, neste âmbito, dado como exemplos as propostas apresentadas de reforço das verbas destinadas às Regiões Ultraperiféricas; de mobilização de verbas para apoiar as populações afectadas por catástrofes naturais – nomeadamente incêndios e tempestades – e para recuperar infra-estruturas e restabelecer o potencial produtivo das áreas afectadas, ou a intervenção em defesa dos agricultores da região perante a ameaça de pragas como a dos citrinos e a da vespa do Castanheiro.

Em Estrasburgo e Bruxelas, os eleitos pela CDU também denunciaram o impacto da redução da quota do Peixe Espada Preto exigindo medidas de compensação e bateram-se pelo aumento das possibilidades de pesca ; pela alteração do regulamento do Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas, eliminando os bloqueios existentes ao apoio à renovação da frota e por investimentos em infra-estruturas e meios em áreas como os transportes ou o ensino obrigatório.

Compromissos

Durante a sessão foram igualmente assinalados alguns compromissos que a CDU assume para os próximos cinco anos de intervenção no PE, tendo sido reiterada por João Ferreira a garantia de que os eleitos comunistas e ecologistas estarão sempre ao lado do povo e dos trabalhadores da Madeira e Porto Santo.

Entre os compromissos assumidos, estão a luta pelo reforço dos montantes destinados à coesão económica e social, pescas, ambiente, energias renováveis e transportes nas Regiões Ultraperiféricas; em defesa da especificidade das produções agrícolas regionais, pelo aumento e diversificação dessa produção, integrando estas preocupações na discussão sobre a reforma da Política Agrícola Comum, e pela alteração dos regulamentos da Política Comum das Pescas, de modo a permitir apoios à renovação e requalificação da frota pesqueira.

Rejeitar acordos de livre comércio prejudiciais à região e promover a cooperação e a valorização do melhor que se produz na Madeira, Açores e Canárias, foram ainda propostas que João Ferreira assegurou de que a CDU não vai abdicar.

Partilha