Alcácer do Sal

Vitória da CDU é do concelho e das suas gentes

Jerónimo de Sousa juntou-se, pela manhã, aos candidatos e activistas da CDU de Alcácer do Sal para uma arruada que percorreu a rua central da cidade sadina, junto ao rio. Ao longo do percurso a comitiva saudou e conversou com todas as pessoas que por ali estavam, particularmente comerciantes, delas recebendo manifestações de simpatia e apoio. «Força!», «Continuem!» foram algumas das palavras dirigidas a Vítor Proença, presidente da Câmara e candidato pela CDU a um novo mandato.

Jerónimo de Sousa juntou-se, pela manhã, aos candidatos e activistas da CDU de Alcácer do Sal para uma arruada que percorreu a rua central da cidade sadina, junto ao rio. Ao longo do percurso, que não era longo, a comitiva saudou e conversou com todas as pessoas que por ali estavam, particularmente comerciantes, delas recebendo manifestações de simpatia e apoio. «Força!», «Continuem!» foram algumas das palavras dirigidas a Vítor Proença, presidente da Câmara Municipal desde 2013 e candidato pela CDU a um novo mandato.

Na memória dos alcacerenses está ainda fresco o legado da gestão PS, que deixou o concelho paralisado e os trabalhadores do município desmotivados. Já a CDU, em apenas quatro anos – como lembrou Vítor Proença no comício realizado no final do percurso, em plena rua –, devolveu a vida à cidade e às aldeias daquele que é o segundo maior concelho do País em área geográfica. O actual autarca rejeitou responder a mentiras e maledicências que têm marcado a campanha de outras forças em Alcácer, optando por valorizar o projecto e o programa da CDU, que dá vida ao concelho e respeita os trabalhadores e os seus direitos, lembrando a devolução do horário de 35 horas aos trabalhadores do município e a assinatura do novo ACEP que repõe os 25 dias de férias.

No que respeita ao desenvolvimento económico, Vítor Proença destacou os projectos já aprovados para novos investimentos na agricultura e no turismo, a reabilitação urbana de Alcácer e do Torrão e o aproveitamento dos rios e barragens como «fonte de vida».

Após valorizar a composição das listas da CDU, compostas por 54 por cento de independentes, e a dinâmica da campanha, superior à de 2013, o primeiro candidato à Câmara Municipal apontou ao reforço das posições nos vários órgãos autárquicos como forma de prosseguir o desenvolvimento de Alcácer do Sal. O principal adversário nestas eleições, lembrou, é o atraso e as desigualdades da terra e das suas gentes.

Jerónimo de Sousa, por seu lado, insistiu na ideia de que mais CDU significará, também no País, mais força à luta pelos direitos. Os passos dados na reposição e conquista de direitos, «curtos mas em frente» serão ainda mais profundos com uma CDU mais forte!

Partilha

CDU - Coligação Democrática Unitária - PCP-PEV | Eleições Autárquicas 2017